Microscópio da Google com realidade aumentada e IA pode detectar câncer

O projeto pode criar dispositivos baratos capazes de identificar tumores em tempo real

Por enquanto, trata-se apenas de um protótipo, mas seu potencial é imenso: um microscópio desenvolvido pela Google utiliza realidade aumentada e aprende com machine learning para conseguir detectar câncer e pesquisar sobre a doença. O projeto é da divisão X da Alphabet, empresa que encapsula também a Google, e a mesma tecnologia já foi usada para estudar produção de alimentos e agricultura.

Os resultados iniciais do desenvolvimento desse projeto foram divulgados pela Google Brain, a divisão de inteligência artificial da empresa. O protótipo é um microscópio adaptado com um visor de realidade aumentada que é capaz de identificar o câncer misturando sistemas automatizados de machine learning com a experiência humana. O ARM (Augmented Reality Microscope; microscópio de realidade aumentada) analisa em tempo real tecidos microscópicos mostrando possíveis tumores na cor verde para o usuário do dispositivo.

Leia mais...